Multas de trânsito podem ser pagas com cartão de crédito

Da redação

A medida que autorizou os órgãos do Sistema Nacional de Trânsito (SNT) a aceitar o pagamento de multas de trânsito e demais débitos por meio de cartões de débito ou crédito, foi regulamentada pela Resolução nº 697, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e publicada nesta quarta-feira, 18, no Diário Oficial da União, alterando a resolução anterior que proibia o parcelamento das multas de trânsito.

A partir de agora, os proprietários de automóveis registrados no Brasil também terão alternativas para findar seus débitos à vista ou de forma parcelada, já que, até então, essa forma de quitação de dívidas era aceita apenas quando se tratava de veículos registrados fora do País. No entanto, a medida não é obrigatória, cabendo a cada órgão de trânsito a decisão por implementar a medida ou não.

A iniciativa tem como objetivo reduzir a inadimplência relativa ao pagamento das multas de trânsito e demais débitos relativos ao veículo junto aos diversos órgãos e entidades integrantes do Sistema Nacional de Trânsito.